Sobre o blog

Nesse espaço queremos dividir com vocês dicas de livros, produtos de beleza, moda e tudo mais que a gente ama, certo? Porém com um diferencial, tudo com preços bem amigos.

O "do bom e do melhor" nunca foi tão acessível.
© 2012 - Todos os direitos reservados - Blog Segredos de Penteadeira. Tecnologia do Blogger.

Posts mais lidos

Ocorreu um erro neste gadget

Siga o blog

Visualização

Faça parte!

sábado, 1 de setembro de 2012


Resolvi fazer esse passo a passo, pra tentar ajudar quem não consegue ou tem preguiça de pintar as unhas em casa, e eu sou fã de quem faz isso, porque com tempo você acaba pegando a prática e fica até prazeroso esmaltar em casa! É um procedimento tão simples e tão rápido que vocês vão acabar se acostumando. Primeiro, gostaria de esclarecer que eu não tiro as cutículas por causa desse post aqui, onde a Dani do unha bonita acabou me inspirando, então desde outubro de 2010 eu não mexo nas minhas revoltadas cutículas. Cada pessoa tem seu método de esmaltar as unhas, seu próprio ritual, então é importante que você descubra o seu, nunca o jeito da outra pessoa esmaltar será melhor que o seu, é simplesmente a prática que deixa a esmaltação cada vez melhor! Então, bora pro MEU passo a passo?


Dicas adicionais:
  • Na hora de escolher um hidrante, eu prefiro que tenha a textura mais grossa, pois facilita no deslize do palito;
  • É indispensável pra mim o uso do hidratante, pois quanto mais você hidrata antes de esmaltar, melhor fica na hora de tirar o que ficou borrado nas cutículas;
  • Uso dois palitos: um mais grosso para afastar as cutículas (desgruda melhor) e outro mais fino para limpar o esmalte (borra menos).
Espero que tenham gostado do meu passo a passo de fundo de quintal, minha intenção é só ajudar vocês a criarem seus próprios métodos de esmaltação, esse meu processo dura quase sempre 30 minutos, dependendo do esmalte escolhido.

Obrigada pela visita e até a próxima!

2 comentários:

Mari Colombo disse...

Também sou do time das que fazem as unhas em casa! Não fica nenhuma maravilha, mas quebra um galho e também serve de terapia.. :) Além de que, economizamos uma graninha, né?

Tenho um processo bem parecido com o seu Rê, mas uso a espátula de metal para empurrar a cutícula ao invés do palito.

Rê Barata disse...

É bem isso que eu quis falar Mari, cada um do seu jeitinho, o importante é que fica prazeroso pintar as unhas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Facebook